Mulheres no Cárcere

Sites e presença digital

O Instituto de Direitos Humanos e Desenvolvimento (IDDH) já procurou a teken para uma série de trabalhos, inclusive para o desenvolvimento do próprio site do instituto.

Mulheres no Cárcere Mulheres no Cárcere

Dessa vez, o cliente queria um site para um projeto específico, chamado Mulheres no Cárcere. Esse projeto, que tinha o objetivo de sensibilizar a sociedade e o judiciário sobre os direitos das mães em cárcere e de suas crianças, contou com uma série de atividades, como oficinas de empoderamento para mulheres encarceradas, audiência pública, assessoria jurídica, pesquisas e campanhas.

O objetivo do site seria justamente o da sensibilização: mostrar para o público leigo a importância desse tema e porque ele é de interesse de todos, Estado, família e sociedade.

Mulheres no Cárcere Mulheres no Cárcere

O principal ponto desse projeto era informar sobre a lei que determina que mães e gestantes podem ter a prisão convertida para domiciliar, desde que seja cumprida uma série de requisitos.

Sabíamos que estávamos lidando com um assunto sério e sensível. Afinal, existe um grande grupo de pessoas que acreditam que quem está em cárcere não merece direitos. 

Mulheres no Cárcere Mulheres no Cárcere

Por essa razão, estudamos o assunto a fundo e criamos o conteúdo do site com base na necessidade de causar impacto e fazer o leitor refletir. Depois, estruturamos a sequência dessas informações, buscando criar uma ordem de argumentos que fizesse sentido e ajudasse a conquistar a empatia do leitor.

O desenvolvimento do layout ajudou a reforçar todos esses pontos. E o resultado conseguiu agradar tanto o cliente quanto nós mesmos. É bom demais amar o próprio trampo, né?